Home SeçõesEficiência Energética Vale do Aço, em Minas Gerais, ganha mais uma usina de biogás

Vale do Aço, em Minas Gerais, ganha mais uma usina de biogás

por redação

Parceria entre a ENC Energy e Órigo Energia, a usina já está em funcionamento e focará em atender os consumidores de pequeno porte

O município de Santana do Paraíso, em Minas Gerais, na região Metropolitana do Vale do Aço, passa a contar com uma usina de biogás no modelo de Geração Distribuída (GD), usado para referenciar a energia gerada através de fonte renovável de pequeno porte, próxima do local de consumo.

Instalada e operada pela ENC Energy Brasil, a usina contou com investimentos de aproximadamente R$ 6 milhões e, nessa primeira fase, tem um motor com capacidade de geração de 1MW, localizado no aterro sanitário CTR Vale do Aço. A energia é gerada a partir do biogás proveniente da decomposição do lixo orgânico. O biogás é uma mistura de gás metano e gás carbônico, gerado a partir da decomposição dos resíduos orgânicos na ausência do oxigênio.

Transformar esse gás em energia é um grande benefício para o meio ambiente, pois o metano causa um impacto 25 vezes maior no aquecimento global do que o gás carbônico queimado no processo de geração de energia elétrica. O processo de transformação do gás em energia também reduz o odor do metano nas proximidades. Além desses benefícios, a queima e a geração de energia a partir do biogás geram créditos de carbono que podem ser vendidos para empresas comprometidas com o meio ambiente e interessadas em reduzir suas emissões de carbono.

A usina já está em funcionamento e sua a gestão comercial será feita pela Órigo, parceira da ENC Energy em outros empreendimentos, e focará em atender os consumidores de pequeno porte, base da pirâmide social.

“Já estamos investindo no mercado de Geração Distribuída em todo o país, e agora é uma satisfação iniciar a operação em Minas Gerais, ajudando os consumidores a terem acesso à uma energia limpa” ressalta Igor Urasaki, diretor Comercial da ENC Energy Brasil.

“É com grande satisfação que iniciamos esta parceria com a ENC em Minas Gerais para ajudar a levar ainda mais energia limpa para os consumidores de menor porte, que mais precisam de economia”, afirma Rodolfo Molinari, diretor Geral da Órigo

Está previsto o desenvolvimento de uma segunda etapa do empreendimento, com acionamento de mais 1 motor de 1 MW, em 2021.

A ENC Energy mantém contratos com aterros sanitários privados, devidamente licenciados pela legislação ambiental brasileira.

A experiência da ENC Energy com esse modelo de geração de energia mostra que o Brasil tem grande potencial para expansão da tecnologia de biogás. “As fontes renováveis já são uma fatia importante da matriz energética brasileira. A tendência é que isso cresça, pois a forma como o lixo é armazenado no Brasil permite que o biogás seja amplamente explorado. Ou seja, além dos benefícios ambientais, o impacto social positivo que essa cadeia gera é enorme”, afirma Carla Bernardes, diretora Financeira da Companhia.

Compartilhar
0 comentário

Posts relacionados

Deixe um Comentário