Home SeçõesEficiência Energética Usina Termoverde Caieiras foi inaugurada em São Paulo

Usina Termoverde Caieiras foi inaugurada em São Paulo

por redação
Planta de 30 megawatts (MW) de potência com energia limpa e renovável pode abastecer até 130 mil residências

Planta de 30 megawatts (MW) de potência com energia limpa e renovável pode abastecer até 130 mil residências

Foi inaugurada, dia 16 de setembro de 2016, a Termoverde Caieiras, a maior termelétrica movida a biogás de aterro sanitário, situada na Central de Tratamento e Valorização Ambiental da Essencis, empresa localizada na cidade de Caieiras – SP. Durante o evento, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, estiveram presentes dentre outras autoridades do setor elétrico.

A usina é mais um grande investimento do Grupo Solví, que atua nos segmentos de gestão de resíduos, saneamento e energia renovável. A Termoverde Caieiras terá potência instalada de aproximadamente 30 MW e gera energia limpa a partir das mais de resíduos urbanos depositados no aterro sanitário da Essencis. Ao todo, a termelétrica é composta de 21 módulos motogeradores de 1,4 MW cada, que foram fornecidos num contrato turnkey pela AB Energy para a Termoverde Caieiras.

“Essa será a maior planta de geração a biogás do Brasil, e uma das maiores do mundo com motogeradores. A energia produzida pode abastecer até 130 mil residências”, conta o Gerente Regional de Vendas Brasil da AB Energy, Lucas Monteiro.

O biometano emitido na atmosfera é altamente prejudicial à camada de ozônio e 25 vezes mais poluente que o gás carbônico. Esse gás é resgatado e transformado em energia, um projeto duplamente verde já que deixa de emitir um gás nocivo e gera energia elétrica, poupando outras fontes fósseis.

Monteiro conta ainda que a central termelétrica está conectada através de uma nova subestação de 138kV, atendendo diretamente ao SIN (Sistema Interligado Nacional).

O secretário de Energia e Mineração, João Carlos Meirelles, destacou a importância da produção de energia elétrica no centro de carga do país

O secretário de Energia e Mineração, João Carlos Meirelles, destacou a importância da produção de energia elétrica no centro de carga do país

A termoelétrica é o mais revolucionário projeto do Brasil e abre portas para consolidar definitivamente o segmento de biogás e biometano na matriz energética brasileira. Segundo dados da Associação Brasileira de Biogás e Biometano (ABiogás), o Brasil tem condições de gerar 115 mil gigawatts-hora (GWh) de energia por ano com o aproveitamento dos rejeitos urbanos, da pecuária e agroindústria. Tal volume equivale a uma Itaipu e meia e poderia abastecer quase 25% de toda energia consumida em 2015.

0 comentário

Posts relacionados

Deixe um Comentário