Home Notícias Software ajuda a modernizar trabalho de reciclagem

Software ajuda a modernizar trabalho de reciclagem

por redação

Software reúne, em um único sistema, informações fiscais, administrativas e operacionais de cooperativas de reciclagem

No dia 3 de julho comemorou-se o Dia Mundial do Cooperativismo. E cooperar é palavra de ordem para quem luta, dia a dia, por um mundo melhor e mais sustentável. Neste sentido, não faltam iniciativas que contribuem para o alcance desse propósito.

Exemplo é o “Reciclômetro” (www.reciclometro.com.br). Criado por Jorge Luís Romano, este software de gestão tem modernizado o trabalho de reciclagem de cooperativas e centrais de triagem. “Nosso objetivo é facilitar e integrar a gestão da coleta, produção e comercialização de resíduos sólidos recicláveis, tornando essas informações acessíveis à população, órgãos públicos e demais partes interessadas no tema”, diz Romano.

A ideia deu tão certo que o hoje o sistema já é utilizado por cerca de 30 cooperativas vinculadas à Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb) de São Paulo. Por meio dele, essas instituições promovem, com mais praticidade, o rateio entre os cooperados, mensuram a quantidade de resíduos reciclados e comercializados, emitem notas fiscais, entre outros procedimentos.

Por meio do “Reciclômetro”, as cooperativas passam também a fazer parte de um programa de logística reversa. Com maior controle sobre o que produz e a situação fiscal em dia, é possível ter maior rastreabilidade do processo, o que possibilita uma conexão direta com as grandes indústrias geradoras de resíduos sólidos. “Essa transparência é fundamental e traz mais credibilidade ao trabalho das cooperativas”, destaca Romano.

Por meio do sistema, é possível saber ainda em tempo real, a partir da emissão de nota fiscal das cooperativas, a quantidade total de resíduos reciclados, incluindo papel, metal, vidro, alumínio e plástico, entre outros materiais. O sistema também indica os benefícios ambientais advindos dessa reciclagem, que evita, por exemplo, o corte de milhares de árvores e reduz a extração de barris de petróleo, minérios de ferro e areia.

 

Novo modo de gestão

Desenvolvido para ser aderente às necessidades da cooperativa, sem afetar a sua parte operacional, o“Reciclômetro” trouxe uma nova perspectiva de gestão para Vandaires Lopes dos Santos, presidente da Cooperativa Caminho Certo. “Em uma única planilha, temos informações importantes, como quantidade de rejeitos recolhidos e comercializados, histórico de notas fiscais, estatuto. Essa ferramenta permitiu que nos organizássemos melhor e, consequentemente, passamos a produzir e ganhar mais com a reciclagem”, afirma.

Para Marcos Paulo Santos Batista Nascimento, diretor comercial da Coopercaps, uma das cooperativas precursoras a usar o “Reciclômetro”, o software é um grande facilitador, por possibilita ter um diálogo com as demais cooperativas, participar de leilões e encontrar clientes que têm interesse no material reciclado. “Isto facilita a vida das cooperativas”, menciona.

Compartilhar
0 comentário

Posts relacionados

Deixe um Comentário