Home SeçõesEconomia Verde Plataforma de negociação da Bolsa de Valores Ambientais tem nova versão

Plataforma de negociação da Bolsa de Valores Ambientais tem nova versão

por redação

bvrioA Bolsa de Valores Ambientais BVRio lançou, na semana de 23 de março, uma nova versão de sua plataforma eletrônica de negociação de ativos ambientais BVTrade (www.bvtrade.org). A plataforma possibilita que mecanismos de mercado florestais e de logística reversa sejam comercializados para o cumprimento de leis ambientais, como o Código Florestal e a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Criada em 2012, a BVTrade opera o mercado Florestal através da comercialização das CRAs – Cotas de Reserva Ambiental, e de Créditos de  de Unidades de Conservação. A plataforma conecta proprietários e produtores rurais de todo o Brasil que precisam regularizar sua reserva legal. Segundo o código florestal todo propriedade rural precisa manter um mínimo de vegetação nativa, e aqueles que tem excedente de “floresta” podem vende-la aos proprietários que não tem reserva legal suficiente. Além destes mecanismos, a BVTrade também oferece o serviço do CAR – Cadastro Ambiental Rural, um registro eletrônico federal, obrigatório para todos os imóveis rurais, com o prazo de realização até 06/05/2015.

Segundo Maurício Moura Costa, presidente da BVTrade, a procura pela regularização florestal vem aumentando a cada dia. “Começamos esta nova fase com quase 3 milhões de hectares de reserva legalcadastrados, prontos para a negociação, representando aproximadamente 3 mil produtores e proprietáriosrurais de todo o Brasil. O total de estoque ou redução de carbono derivado dos mecanismos de mercado disponíveis na plataforma chegou a mais de 300 milhões de toneladas de CO2 equivalente”, comenta Costa.

A BVTrade também opera o mercado de materiais recicláveis, comercializando os Créditos de Logística Reversa (CLRs) de Embalagens e de Pneus, que representa a atividade de coleta e triagem realizada pelas Cooperativas de Catadores. O crédito é um instrumento de inclusão produtiva e geração de renda para os catadores (adicional à venda dos materiais), que contribui para a formalização, desenvolvimento e fortalecimento das cooperativas. Atualmente a BVTrade beneficia aproximadamente 7.600 mil catadores,representados por mais de 150 cooperativas de materiais recicláveis de 21 estados, cadastradas na plataforma.

Segundo Costa, “a plataforma gera liquidez e promove o uso de mecanismos de mercado que, por sua vez, facilitam o cumprimento de legislações ambientais e a adoção de políticas públicas relacionadas ao meio ambiente”. Para conhecer a BVTrade, acesse: www.bvtrade.org ? a participação é gratuita.

0 comentário

Posts relacionados

Deixe um Comentário