Home Notícias Ourofino Agrociência reforça sustentabilidade em parceria com a Campo Limpo

Ourofino Agrociência reforça sustentabilidade em parceria com a Campo Limpo

por redação

Representantes da Ourofino Agrociência e da Campo Limpo se encontram – da esquerda para direita, estão: Rogério Fernandes de Souza, diretor de operações da Campo Limpo; Marcel Araújo, diretor financeiro da Campo Limpo; Solange Alves, responsável técnico-comercial da Campo Limpo; Edilson Soares, gerente de Projetos e Manutenção da Ourofino Agrociência; Marcelo Abdo, CEO da Ourofino Agrociência; José Edson Carvalho, diretor Industrial da Ourofino Agrociência/Crédito: divulgação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Focada em expandir processos sustentáveis, a Ourofino Agrociência fortalece a sua atuação nesse sentido com a abertura de um espaço para a recepção e o armazenamento de embalagens frutos da logística reversa gerenciada pelo Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV), e processada pela Campo Limpo. Em operação a partir do dia 29 de julho, o galpão lonado está instalado dentro do complexo fabril da empresa, situado em Uberaba (MG).

Com a parceria com a Campo Limpo, a Ourofino passará a utilizar, em grande parte, embalagens produzidas com 85% de Polietileno de Alta Densidade – PEAD, reciclado pós-consumo (RPC). Ou seja, embalagens retiradas do campo.

Os objetivos sustentáveis da companhia existem há tempos e já levaram a melhorias de processos operacionais e a novos direcionamentos internos. Alguns dos resultados relativos à sustentabilidade estão mensurados no último relatório anual da empresa, referente ao período de abril de 2020 a março de 2021 (exercício societário). A intensidade de emissão de gases de efeito estufa (GEE), por exemplo, caiu expressivamente (-29,2%) apenas com práticas de redução no uso de veículos e consumo de energia.

Projetos sustentáveis

Repensar o processo de produção, a partir de melhorias implementadas no mesmo intervalo de tempo considerado no relatório, levou a uma diminuição de 45,7% na quantidade de efluentes industriais gerados pela Ourofino Agrociência. Entre as mudanças aplicadas estão a ampliação da reutilização da água de limpeza e padronização do processo de setup das linhas fabris. Agora, por meio da parceria com a Campo Limpo, a empresa reforça seu compromisso de manter o foco em projetos sustentáveis contribuindo com o futuro do agronegócio brasileiro.

“Para a Ourofino Agrociência, o crescimento só é válido quando amparado em bases sólidas, e a sustentabilidade é um desses pilares para o fortalecimento da companhia e também do setor como um todo. Por isso, investimos e apostamos em possibilidades diferenciadas para ampliar a nossa contribuição”, comenta Barbara Mendes, diretora de Procurement da indústria.

Barbara também reforça que a instalação do galpão dentro do complexo promove outros ganhos. “Além de manter o nosso compromisso com o meio ambiente, conseguiremos evitar até mesmo falhas de abastecimento e alterações logísticas.”

De acordo com Rogério Fernandes, diretor de operações da Campo Limpo, “esse tipo de parceria favorece o setor e incrementa valor à cadeia com embalagens mais sustentáveis que utilizam em sua composição apenas 15% de matéria prima virgem. O Sistema Campo Limpo, do qual a Campo Limpo faz parte, com a produção das embalagens Ecoplástica e tampas Ecocap, evitou a emissão de 823 mil toneladas de dióxido de carbono”, pontua.

No total, mais de 620 mil toneladas de embalagens de defensivos receberam uma destinação correta, desde 2002, quando o trabalho foi iniciado, segundo dados do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias – inpEV.

Marcelo Abdo, CEO Ourofino Agrociência, e Rogério Fernandes de Souza, diretor de operações da Campo Limpo, se reúnem para tratar sobre as operações do galpão situado no complexo fabril da empresa de defensivos (imagem ilustrativa do local ao fundo)/Crédito: divulgação

Compartilhar
0 comentário

Posts relacionados

Deixe um Comentário