Home Notícias Move São Paulo participa do Programa Nascentes para ampliar a produção de água no Estado

Move São Paulo participa do Programa Nascentes para ampliar a produção de água no Estado

por redação
Grupo de escoteiros participa do plantio de mudas do Programa Nascentes em Joanópolis

Grupo de escoteiros participa do plantio de mudas do Programa Nascentes em Joanópolis

A Concessionária Move São Paulo, responsável pela construção, operação e manutenção da Linha 6-Laranja de metrô (Brasilândia – São Joaquim) é a primeira concessionária do setor metroferroviário a participar do Programa Nascentes. A terceira etapa do Programa foi lançada dia 3 de junho, com o plantio feito pelo governador Geraldo Alckmin de uma muda nativa de Mata Atlântica, no Sítio Santo Antônio, em Joanópolis, um dos municípios que fazem parte do Sistema Cantareira.

O Programa Nascentes tem como principal meta a recuperação das matas ciliares das bacias hidrográficas do Estado. Nessa fase, mais de 6.600 mudas serão plantadas em uma área de 44 mil metros quadrados.
O objetivo desta ação é ampliar a produção de água dos mananciais da região por meio da restauração das nascentes e bicas de água. A iniciativa da Move São Paulo integra a terceira etapa do Programa Nascentes, desenvolvido pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo em parceria com ONGs regionais.
“Com a construção da Linha 6-Laranja de metrô vamos ter que suprimir a vegetação existente em alguns terrenos que vão dar lugar as estações. O Programa Nascentes – desenvolvido pelo Governo do Estado – se apresentou como uma excelente oportunidade para realizar essa compensação ambiental. Além de contribuirmos com a melhor solução de mobilidade urbana para São Paulo, vamos poder participar de um projeto que vai aumentar a produção de água para o Estado”, afirma Maurício Couri, presidente da Move São Paulo.
Foram priorizadas áreas credenciadas junto à Secretaria do Meio Ambiente, cujos proprietários apresentaram projetos de recuperação florestal conforme o Programa Mata Ciliar. Entre as espécies nativas de Mata Atlântica que serão plantadas estão: Aroreira-pimenteira, Sangra-dágua, Pau-cigarra, Tamboril, Ingá, Paineira-rosa, Copaíba, Canafistula, Jatobá, Tapiá, Cedro-rosa, Araucária, Açoita-cavalo, Eritrina, Embaúba e Figueira.
Compromisso
Desde a sua criação, a Move São Paulo assumiu o compromisso de contribuir para melhorias na mobilidade urbana em São Paulo. A meta é realizar a obra da Linha-6 Laranja com o menor impacto possível e oferecer os serviços da nova linha com a qualidade que a população merece. O plantio de mudas nativas da mata atlântica é uma das iniciativas e faz parte da compensação ambiental.
Nessa etapa, a ONG Iniciativa Verde e a empresa Da Serra Reflorestamento vão realizar o trabalho de recuperação da área em uma parceria inédita realizada com a Concessionária Move São Paulo e com o consórcio construtor CEL 6. “A parceria entre governo, empresa e ONG com os proprietários rurais para a recuperação do Cantareira mostra uma forma nova de se fazer compensação ambiental que é de extrema importância”, defendeu Roberto Resende, presidente da Iniciativa Verde.

Após o plantio, a ONG Iniciativa Verde fará o acompanhamento e a manutenção do plantio até a sua “emancipação”, ou seja, quando a nova floresta tiver condições de se sustentar e preparar caminho para outras espécies. O proprietário rural oferece a sua área para recuperação e também é responsável por cuidar da área após a emancipação do projeto.

0 comentário

Posts relacionados

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.