Home SeçõesEficiência Energética Grupo Cartão de TODOS lança unidade de negócios para levar energia solar mais barata para classes C e D

Grupo Cartão de TODOS lança unidade de negócios para levar energia solar mais barata para classes C e D

por redação

Até o momento, R$ 80 mi já foram destinados ao projeto e, neste ano, serão investidos R$ 500 mi totais para gerar até 20 milhões de kWh mensais com custo reduzido para domicílios e empresas

O Grupo Cartão de TODOS Internacional, lançou em sua sede, na cidade de Ipatinga (MG), a unidade de negócios Energia de TODOS. Até fevereiro deste ano, o projeto foi desenvolvido como um dos “Produtos 7 Estrelas” oferecidos pelo Cartão de TODOS, ou seja, um dos serviços essenciais ofertados com desconto para filiados do Cartão, dentre os quais estão telefonia (Alô TODOS), gás (em parceria com Ultragaz), farmácia (em parceria com RaiaDrogasil) e agora energia limpa. A partir deste momento, para aumentar a competitividade e oferta de valor para o serviço, a Energia de TODOS se firma como uma unidade empresarial do grupo.

Tendo iniciado suas atividades em setembro de 2021, o propósito da unidade de negócios Energia de TODOS é ofertar energia solar fotovoltaica para residências, comércios e indústrias, de forma acessível, simples e mais barata. A princípio, o serviço está sendo oferecido para todas as cidades atendidas pela Cemig, companhia de distribuição de Minas. Mas no pipeline da unidade de negócios está o objetivo de expandir a oferta para outros estados ainda este ano, e a empresa ambiciona ter disponibilidade para todo o Brasil, ao longo de sua atuação. Para expandir por todo o país, a unidade precisa contar que outros estados venham a aderir a legislação específica que hoje já vigora em Minas Gerais.

Atualmente, a Energia de TODOS conta com mais de 25 mil clientes, já ocupando, dessa forma, um share importante do mercado de energia solar no estado de Minas. Ao todo, são 3.125 milhões (três milhões, cento e vinte e cinco mil) quilowatts-hora (kWh) ou 3.1 gigawatts (gWh) distribuídos mensalmente pela Energia de TODOS. Para fornecer essa quantidade de energia solar são utilizadas 27 mil placas, em uma área ocupada que tem tamanho total equivalente a 80 campos de futebol; as áreas de produção de energia sustentável estão distribuídas em usinas de empresas parceiras da Energia de TODOS espalhadas por diferentes localidades do estado de Minas Gerais. Com parceria operacional com a Solatio Energia Livre, a Energia de TODOS já está efetivamente presente em 25 mil residências, o que equivale a uma cidade de 100 mil habitantes, e está disponível também para empresas. Como 90% dos filiados do Cartão de TODOS são compostos por pessoas das classes C e D, a imensa maioria das casas que recebem esse recurso são de populações de classes média e baixa.

Levar energia sustentável para essa camada da população é um atributo de valor para o Grupo Cartão de TODOS, em uma ação semelhante ao que o Grupo faz há mais de 20 anos no setor de saúde, garantindo acesso a um serviço essencial de alta qualidade por um preço baixo. “Todas as ações do Grupo Cartão de TODOS Internacional são pautadas pela entrega de valor aos nossos filiados, por isso, a decisão de transformar a Energia de TODOS em uma unidade de negócios. Levou-se em consideração a aderência cultural dessa área da empresa com os propósitos do Grupo”, explica Tales Vilar, vice-presidente internacional do Grupo Cartão de TODOS.

 

Sustentável e mais barata 

 

Para o consumidor, a vantagem da Energia de TODOS é ter até 15% de desconto (sendo 10% na própria conta e 5% em cashback) na energia solar injetada mensalmente em sua residência ou comércio – a porcentagem de desconto em cashback estará disponível apenas aos filiados ao Cartão de TODOS e via app. Ou seja, o gasto com a energia solar consumida pode ser até 15% mais barato para o usuário, se comparado com os valores pagos atualmente pelos consumidores às distribuidoras. A energia solar é fornecida sem custos adicionais de instalação a qualquer interessado (filiado ao cartão ou não). Ao aderir à Energia de TODOS, o usuário concorda automaticamente que a maior parte da energia consumida em sua residência ou estabelecimento será provida através da geração solar.

Até dezembro, quase R$ 2 milhões mensais serão gerados em economia de energia para os consumidores. Além disso, a Energia de TODOS prevê gerar no mesmo prazo aproximadamente R$ 1 milhão por mês em cashback para os clientes do Cartão de TODOS que aderirem ao programa. Atualmente, o valor economizado nas unidades implantadas já soma R$ 150 mil por mês.

Para consolidar o projeto, a cada 3.000 clientes é necessário um investimento de R$ 10 milhões na estrutura das usinas fotovoltaicas. Com 25 mil clientes já atendidos, o montante até agora ultrapassa, portanto, os R$ 80 milhões – investimento que não é custeado apenas pelo Grupo Cartão de TODOS, mas aportado por todo o ecossistema empresarial envolvido. E até o final de 2022, as empresas associadas irão investir juntas R$ 500 milhões.

Produzida nas usinas da Solatio Energia Livre e de outros parceiros, a energia solar é injetada via Energia de TODOS na rede da Cemig. A quantidade de energia solar injetada pela Energia de TODOS é indicada na conta enviada pela Cemig por Correios, ficando discriminada como “energia injetada”, integrante da parte de “outras taxas” da conta. Diminuindo assim a quantidade de quilowatts-hora faturados na conta da Cemig, o valor correspondente ao consumo da energia solar provida pela Energia de TODOS é cobrado em boleto adicional, onde constam os custos de produção dessa energia solar injetada acrescido dos impostos usuais da operação e já com desconto de 10%.

Atualmente, 15% dos 25 mil usuários mineiros da Energia de TODOS são compostos por pessoas jurídicas, mas a grande fatia do público-alvo é de fato pessoas das classes C e D. “Nosso modelo de negócios oferece energia limpa e mais barata para as pessoas que mais precisam. Isso proporciona, além de economia, também mais qualidade de vida, seja pelo dinheiro economizado que poderá ser aplicado em outras formas de consumo, seja pela energia sustentável que a pessoa consumiu, participando de uma cadeia de produção que prioriza a proteção ambiental”, explica Luis Fernando Paroli, CEO e co-founder da Energia de TODOS.

Em Minas Gerais, a energia solar é amplamente explorada, visto que o estado possui o maior número de placas solares instaladas no país. Isso é possível devido ao alto índice de irradiação solar na região e aos incentivos governamentais, que revogaram a alta cobrança do imposto sobre energia. No entanto, as ambições da Energia de TODOS não se restringem ao estado. Tendo sido CEO da Light, diretor de operações da Cemig e diretor de gestão da Furnas Centrais Elétricas, Paroli afirma que o lançamento da Energia de TODOS como uma unidade de negócio é um marco para a popularização e disseminação da energia sustentável no país. “A Energia de TODOS veio para ajudar a sociedade brasileira em um momento de crise energética gravíssima. Quando expandirmos nossa atuação para todos os estados brasileiros, a mudança será ainda mais significativa, pois o que iremos alcançar representará uma real mudança na matriz energética brasileira, trazendo uma menor dependência da energia hídrica”, considera Paroli.

Compartilhar
0 comentário

Posts relacionados

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.