Home SeçõesEconomia Verde Green Eletron lança primeiro projeto de descarte de eletrônicos

Green Eletron lança primeiro projeto de descarte de eletrônicos

por redação

Gestora de logística reversa, criada pela Abinee,
ganha adesões e fecha parcerias

A GREEN Eletron, Gestora para Logística Reversa de Eletroeletrônicos, criada pela Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica), lançou, em São Paulo, SP, seu projeto piloto para o descarte de produtos como celulares, notebooks, tablets e outros bens eletroeletrônicos. A iniciativa, chamada de Descarte Green, prevê a instalação de pontos de recebimento em locais de fácil acesso e visualização, por meio de parcerias com associações, escolas, comércio e entidades.

O primeiro ponto de coleta está localizado na Escola Técnica Estadual Professor Elias Miguel Júnior (ETEC), em Votorantim/SP. Também há coletores instalados nos colégios Rio Branco, em Cotia, e Sant’Anna International School, em Vinhedo, ambos ligados ao Rotary. O projeto Descarte Green ganha agora a adesão do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) e Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp). Em comemoração à semana do meio ambiente, foi instalado um coletor no prédio da entidade, na Avenida Paulista.

Além destas parcerias, a GREEN Eletron estuda parcerias com o SESC/SP, o Shopping Eldorado e os Correios. Na primeira fase do projeto serão 16 (dezesseis) pontos fixos, além de campanhas em parcerias com eventos ligados ao tema.

“A tendência é que mais entidades passem a aderir ao projeto”, diz João Carlos Redondo, diretor de sustentabilidade da Abinee. Segundo ele, as novas adesões e parcerias vão contribuir para dar capilaridade à iniciativa, oferecendo uma variedade de opções para que os usuários de eletroeletrônicos possam descartar seus produtos sem uso com segurança a fim de que sejam destinados de maneira ambientalmente adequada.

Experiência para assinatura de Acordo Setorial de Logística Reversa

Redondo destaca que o Projeto Descarte Green servirá como experiência e base para a assinatura do Acordo Setorial Federal para implantação de um sistema de logística reversa de eletroeletrônicos em âmbito nacional, de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (12.305/2010).

“Com a nossa iniciativa, poderemos avaliar os custos envolvidos no processo e a complexidade operacional e fiscal, além de estabelecer um relacionamento com todos os atores envolvidos na cadeia de logística reversa, principalmente a adesão dos consumidores para descartar corretamente seus produtos sem uso”, afirma Redondo. Ele prevê que o documento deve ser assinado ainda este ano.

Grandes empresas já fazem parte da GREEN Eletron

A GREEN Eletron nasceu com o desafio de contribuir para que as empresas atendam às legislações ambientais, com a destinação ambientalmente adequada dos produtos, sem uso, descartados pelos consumidores. Com 1,5 milhão de toneladas de lixo eletrônico por ano, o Brasil é o país que mais gera este tipo de resíduo na América Latina, ocupando a 7ª colocação no mundo, junto com a França.

Já fazem parte da GREEN Eletron grandes empresas do setor eletroeletrônico como Apple, Asus, Dell,  Embraco, Epson, Flextronics, HP,  Lenovo, Microsoft, Motorola, Positivo e Samsung.

Para mais detalhes sobre o Projeto Descarte Green e seus pontos de coleta, acesse: www.greeneletron.org.br/descartegreen

 

1 comentário

Posts relacionados

1 comentário

John Warley 7 de junho de 2017 - 2:37 pm

Excelente iniciativa, além de contribuir com a preservação ambiental, abre portas e gera resultados positivos para economia sustentável, pois esses resíduos eletroeletrônicos são materiais valiosos que podem ser inseridos na cadeia de logística reversa.

Resposta

Deixe um Comentário