Home SeçõesEconomia Verde ECOMONDO BRASIL 2020 aposta em novos setores

ECOMONDO BRASIL 2020 aposta em novos setores

por redação

Mostra de soluções e oportunidades nas áreas de reciclagem de plástico e automóveis, e sustentabilidade 4.0 amplia vitrine de negócios

O setor do plástico será um dos destaques na programação de eventos paralelos da Ecomondo Brasil 2020, a ser realizada entre os dias 14 e 16 de abril, no São Paulo Expo. A proposta de abordar este tema atende a um dos pilares da feira, que é ligado ao setor de resíduos. A proibição do uso de produtos plásticos em estados, como São Paulo e Rio de Janeiro, e até movimentos que pregam o banimento completo do material têm causado polêmicas em todo o Brasil. Para mostrar as soluções e alternativas que podem ser aproveitadas na cadeia produtiva e atender as expectativas do mercado ambiental, vamos realizar um encontro sobre a reciclagem de plástico, em parceria com a revista do Plástico e a Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast).
Segundo Luiz Fernando Oliveira, project manager da Ecomondo Brasil, o objetivo é trazer conteúdos que abordem uma visão diferente do que tem sido disseminado na sociedade ultimamente, com especialistas que vão apresentar os principais entraves para a reciclagem do plástico avançar no País, como a disponibilidade de material com mais qualidade, preço acessível, término da bitributação, entre outros, bem como as soluções que já existem e perspectivas a médio e longo prazos em termos de tecnologia, mudança cultural e capacitação profissional.
Para Luiz Fernando, entre os pontos mais relevantes, o evento técnico vai abordar como melhorar o ciclo da reciclagem, quais as tecnologias que estão disponíveis para esse setor, quais são as dificuldades que o setor está enfrentando para ter um material pós-consumo de boa qualidade, além da necessidade de investir em ações voltadas para a educação ambiental e capacitação dos catadores e cooperativas. “Na área de exposição, por exemplo, vamos trazer empresas fabricantes e comercializadoras de máquinas e equipamentos, sistemas, consultorias especializadas, que vão apresentar as soluções disponíveis no mercado”, destaca.

Sustentabilidade 4.0
Outro tema em alta nesta edição é o da Reciclagem Automotiva. “Em 2019, iniciamos o processo de exposição com a Ilha da Reciclagem Automotiva, e este ano a ideia é aprimorar as ações em prol da logística reversa das peças automotivas, por meio de conteúdos e interações que mostrem que há qualidade nos produtos remanufaturados e recondicionados, com a participação de players desses mercados”, informa Luiz Fernando.
Segundo o executivo, os organizadores e os parceiros do setor de reciclagem automotiva estão acertando os conteúdos que serão apresentados neste espaço, com a participação de representantes de autopeças, recondicionadoras e entidades corporativas.
Para apresentar o papel da tecnologia e da indústria 4.0 na transformação da gestão de resíduos, a Ecomondo Brasil 2020 trará para debate o tema ”Sustentabilidade 4.0: do material ao desperdício e do desperdício ao material’’. Segundo Luiz Fernando, o objetivo é apresentar as tecnologias de ponta que as empresas já estão explorando, entre elas a Inteligência artificial, Internet das Coisas, Sistemas de rastreabilidade RFID, Sistemas de robótica, Big Data, entre outros. Especialistas do setor vão abordar: “Como a automação possibilitam as agências governamentais desempenhar um maior e melhor de controle dos resíduos”, “Como a combinação de tecnologias podem ser utilizadas para automatizar tarefas – ‘reciclagem robótica’”, “Uso de dados da IoT e de outras tecnologias incorporadas aos produtos para entender melhor os padrões de uso e descarte do cliente” e “Tecnologias para criação de ambientes industriais mais seguros para os trabalhadores, e também melhores para o meio ambiente”.
Outro destaque este ano é a segunda edição da Expo Biogás, em parceria com a Associação Brasileira de Biogás e de Biometano (Abiogás), com a participação de empresas que atuam na produção de biomassa, biometano, comercializadores de energia, fornecedores de máquinas e equipamentos, entre outros.
Luiz Fernando salienta que os trabalhos para a edição 2020 da Ecomondo Brasil visam ampliar o escopo de debates e atender com mais qualidade as expectativas dos visitantes e expositores. “Nossa experiência em realizar a feira junto com a Fiera Milano, organizadora da Ecoenergy – Feira e Congresso Internacional de Tecnologias Limpas e Renováveis para Geração de Energia, e da Exposec – Feira Internacional de Segurança, foi muito positiva. A união das feiras agregou valor para todos, com a otimização do tempo e por apontar que o tema ambiental, que é transversal, interessa a todos os setores”, concluiu.

Compartilhar
0 comentário

Posts relacionados

Deixe um Comentário