Home SeçõesEconomia Verde Certificação sustentável garante benefícios financeiros para pequenas e médias empresas

Certificação sustentável garante benefícios financeiros para pequenas e médias empresas

por redação

PMEs de todo o País com certificação concedida pelo BMV (Brasil Mata Viva) têm descontos e reduções de tarifas no Santander Brasil. Estado do Amapá é exemplo bem-sucedido neste tipo de certificação

47% das micro e pequenas empresas (PMEs) brasileiras estão com dificuldades para manter o negócio e preocupadas com o futuro, aponta o levantamento“O impacto da pandemia de coronavírus nos pequenos negócios”, realizada pelo Sebrae. A pesquisa mostra que desde o início da pandemia da Covid-19, 52% dos empresários recorreram a empréstimos bancários e 13% se dizem animados com as novas oportunidades.

Para estimular adesões e beneficiar empresas que já possuem o Selo Sustentabilidade Tesouro Verde, certificação que reconhece as empresas como colaboradoras na conservação das florestas, o BMV (Brasil Mata Viva) e o Santander Brasil firmaram uma parceria para oferecer condições diferenciadas a pequenas e médias empresas (PMEs) na contratação de empréstimos. O acordo é valido nacionalmente para todas as empresas que possuem ou querem aderir a certificação sustentável.

Nesta parceria também está o Governo do Amapá, que implantou no estado um modelo de adesão ao Selo Sustentabilidade Tesouro Verde concedido pelo protocolo ESG BMV (do Programa Brasil Mata Viva), que é exemplo para outras regiões do Brasil. Goiás e Mato Grosso também têm avançado em suas próprias regulamentações para o programa, tendo o BMV como entidade que concede a certificação sustentável.

Pagamento por serviços ambientais

“O Selo Sustentabilidade Tesouro Verde inova exatamente através desta capacidade de unir a sociedade civil, a comunidade de negócios e o poder público em um objetivo comum: ativar um mercado justo e transparente de pagamentos por serviços ambientais”, comemora Maria Tereza Umbelino de Souza, líder e fundadora do Brasil Mata Viva.

A partir de agora, a empresa cliente do Santander que aderir ao Selo Sustentabilidade Tesouro Verde terá também descontos de tarifas e pagará juros diferenciados, de 0,85% a 1,79% ao mês, na contratação de linhas de capital de giro – a depender da aprovação do crédito e do relacionamento com o banco.

Com a certificação da BMV, a empresa ficará isenta do pagamento da tarifa mensal de conta corrente por seis meses e, após esse período, receberá um desconto de 25% nesse valor. Além disso, terão custos reduzidos em cerca de 80% em serviços como emissões de boletos e pagamentos a fornecedores.

“O Santander acredita que existem alternativas eficazes para promover o desenvolvimento sustentável da região amazônica, e o Programa Tesouro Verde é um bom exemplo do que podemos alcançar quando os setores público e privado se unem em busca de soluções”, afirma Paulo Cesar de Lima Alves, superintendente executivo da Rede Norte do Santander Brasil.

Para o governador do Amapá, Waldez Góes, esta é uma agenda que requer persistência. “Durante dois anos como presidente do Consórcio da Amazônia Legal, apresentei o programa Tesouro Verde e defendi que seja uma plataforma da nossa região para avançarmos ainda mais e ampliar parcerias como essa com o Santander”, afirma.

Compartilhar
0 comentário

Posts relacionados

Deixe um Comentário