Home SeçõesEficiência Energética Caldeira a gás natural garante produção mais eficiente e limpa

Caldeira a gás natural garante produção mais eficiente e limpa

por redação
Iniciativa substitui óleo combustível por gás natural com ganhos ambientais e operacionais; medida reduz as emissões de CO2, de dióxido de enxofre e de material particulado, além de consumo de água

Iniciativa substitui óleo combustível por gás natural com ganhos ambientais e operacionais; medida reduz as emissões de CO2, de dióxido de enxofre e de material particulado, além de consumo de água

A Companhia de Gás de São Paulo (Comgás), a CRS Brands e a fabricante de caldeiras Miura firmaram na manhã de quinta-feira (19/05), em Jundiaí, SP, uma parceria que viabiliza, a partir de julho, a implementação de uma nova caldeira na planta industrial da CRS Brands, produtora da Sidra Cereser e de marcas como o vinho Dom Bosco e a vodka Kadov.

Com a iniciativa, a indústria substitui as antigas caldeiras movidas a óleo combustível – usadas até então para a geração de vapor no processo de fabricação de bebidas e aquecimento de água – por outra completamente nova, funcionando 100% a gás natural, com ganhos ambientais.

A novidade irá reduzir o consumo de água no processo fabril e, principalmente, o nível de emissões de poluentes. De acordo com estimativas da Comgás, a redução será de 32,18% na emissão de dióxido de carbono (CO2). A queda na emissão de material particulado chegará a 96,26% e de dióxido de enxofre (SO2) a significativos 99,91%.

Esses números foram calculados considerando o volume de gás natural capaz de gerar energia equivalente às 47 toneladas/mês anteriomente utilizadas de óleo combustível (OCA-1), seguindo critérios da EPA (Agência de Proteção Ambiental dos EUA) para estimar a emissão teórica e estequiométrica. O volume contratado é de 50.000 m³/mês.

Outros ganhos com a nova fonte energética são de ordem operacional. De acordo com o diretor Comercial, de Expansão e de Relacionamento com Cliente da Comgás, Marcus Bonini, uma das vantagens para a CRS Brands é a garantia de suprimento.

“Por ser canalizado, o gás natural tem fornecimento contínuo, 24 horas. Esse fator elimina preocupações antigas com a reposição de combustível e a estocagem, o que aumenta a segurança e a eficiência operacional a um custo bastante competitivo”, explica Bonini.

A instalação da caldeira movida a gás natural é parte do Programa de Gestão Ambiental implementado na CRS Brands em 2010, com objetivo de adotar práticas que ajudem a reduzir o consumo de água, energia e emissão de gases efeito estufa, sem comprometer o processo produtivo. Em cinco anos, o projeto resultou em uma redução de 30% no consumo de água da unidade e 22% na emissão de efluentes.

“A preocupação com uma produção sustentável é muito mais do que uma questão de economia, é uma  necessidade para as indústrias e uma responsabilidade social. A CRS Brands acredita que investir em projetos como a caldeira ecológica, em conjunto com a Comgás e a Miura, é fundamental para assegurar excelência na produção e, ao mesmo tempo, respeitar o meio ambiente”, afirma Carlos Molina, diretor industrial da empresa.

A caldeira a gás natural é fabricada pela Miura. Por ser modular, consegue adequar a produção de vapor conforme a demanda da linha de produção. O equipamento requer menos consumo de gás já que possui menor perda com partidas a frio e apresenta menos perda por radiação.

Com o negócio, a CRS passa a ser o 38º cliente industrial da Comgás em Jundiaí. Em toda a área e concessao, a Companhia totaliza mais de 1.100 clientes nesse segmento. “Somos especialistas em energia e procuramos apresentar soluções adequadas às necessidades do negócio. Ficamos orgulhosos em ter a CRS Brands – uma referência no setor e na região – como o nosso mais novo cliente”, completa Marcus  Bonini, diretor Comercial, de Expansão e de Relacionamento com Cliente da Comgás.

0 comentário

Posts relacionados

Deixe um Comentário