Home SeçõesEficiência Energética Aurora Energia consegue a primeira licença ambiental para energia solar da região de Arinos, em MG

Aurora Energia consegue a primeira licença ambiental para energia solar da região de Arinos, em MG

por redação

Em meio à crise com a pandemia do novo coronavírus, Aurora Energia avança em energia solar e consegue a primeira licença ambiental da região de Arinos em Minas Gerais.
Esta é a primeira vez que um projeto desta magnitude chega à região. A primeira etapa do projeto terá capacidade de geração de energia de 412MW, e a segunda etapa de 500MW com um capex de aproximadamente 2,7 bilhões. Até o momento, a empresa já conseguiu licença em 1.4GW em licença ambiental no estado de MG.
Sob o lema de que a Aurora é a energia do futuro, a empresa surgiu com objetivo de contribuir com o planeta, de se tornar uma importante geradora de energia solar no Brasil, de buscar inovações em tecnologia e se basear em pressupostos fundamentais para manter o País entre aqueles que mais produzem energia limpa do mundo.
A companhia apresenta um notório conhecimento no setor energético, estratégico e de engenharia para alcançar a excelência de governança e credibilidade no setor de energia fotovoltaica.
Energia do futuro
O Brasil é o quinto melhor país do mundo em potencial solar, recebendo mais de 4kWh/m2 de irradiação solar diária, mesmo nas áreas menos ensolaradas do Sul, e mais de 6,5 kWh/m2 na Região Nordeste, que tem alta disponibilidade de recursos. Isso gera um elevado fator de capacidade, de 19% a 24%, para instalações solares fotovoltaicas, um fator duas vezes maior do que a média na Alemanha (um dos países líderes mundiais em uso de energia fotovoltaica).
Segundo pesquisas atuais, a fonte solar fotovoltaica no Brasil desponta em um crescimento vertiginoso e já alcança aproximadamente a marca de 2GW de capacidade instalada. O País tem possibilidade de encerrar o ano de 2018 com 2,5GW na matriz elétrica.
A promessa de governo é contratar pelo menos 7GW de energia solar fotovoltaica em larga escala até 2023/24.
Para a Aurora Energia, a Região Norte de Minas Gerais é um excelente lugar para a geração de Energia Solar Fotovoltaica, pois tem níveis de insolação próximos às melhores regiões do planeta
Três microrregiões ao norte do estado, o sol sempre foi considerado um castigo diante da seca histórica, e que agora vive a expectativa de receber grandes investimentos no aproveitamento da fonte limpa.
O Projeto está sendo concebido na Região Norte de Minas Gerais, com capacidade instalada de 1.360 MW divididos em 34 blocos de 40 MW cada, que depois, estrategicamente, se dividem em 340 módulos de 4 MW se tornando o maior projeto de energia solar fotovoltaica da América Latina, equivalente a 2.000 campos de futebol e CAPEX total de aproximadamente R$ 5,0 bilhões.

Compartilhar
0 comentário

Posts relacionados

Deixe um Comentário