Home SeçõesEficiência Energética ABEEólica celebra 7 GW de capacidade eólica instalada no Brasil

ABEEólica celebra 7 GW de capacidade eólica instalada no Brasil

por redação

abeeolicaCom a nova marca de 7 GW, a fonte eólica passa a ter 5% de participação na matriz elétrica brasileira, contabilizando 281 parques eólicos distribuídos por 11 estados. A marca de 7 GW foi atingida com a instalação de 3 novos parques eólicos localizados no estado do Rio Grande do Norte.

Em índices sustentáveis, os exatos 7.068,7 MW representam para o país mais de 100 mil empregos gerados, 12 milhões de residências abastecidas mensalmente e 12 milhões de toneladas de CO2 evitadas.

Para a presidente executiva da ABEEólica, Elbia Silva Gannoum, a marca alcançada traduz o crescimento virtuoso e a consolidação da indústria eólica brasileira. “Trata-se de mais energia para o País, uma geração limpa, competitiva e sustentável compondo a matriz elétrica brasileira com uma fonte renovável complementar. Os benefícios proporcionados pela fonte eólica tem sido mais expressivos a cada dia, tendo promovido ganhos para todo o sistema elétrico brasileiro, desde a otimização da operação, até a sua redução de custos?, comemora Elbia.

Evidenciamos o fato, mencionando a divulgação feita ontem, 06 de agosto de 2015, pelo Operador de Sistema – ONS, sobre a redução da geração da ordem de 2 GWmed de energia, dada a evolução das condições hidroenergéticas, da expansão do parque gerador e da diminuição do consumo de energia elétrica nesse ano. O montante reduzido representa o desligamento das usinas térmicas com Custo Variável Unitário – CVU acima de R$ 600,00/ MWh. “As eólicas tem papel representativo na expansão do parque gerador. Somente em 2014 a energia dos ventos teve geração total de 12 TWh e representou um beneficio liquido para o sistema de mais de 5 bilhões de reais evitando o alto custo do despacho térmico”, afirma Elbia.

Em 2015, os níveis de geração permanecem quebrando novos recordes. No dia 30 de julho, por exemplo, atingimos a marca 3.269 MW de geração eólica no Subsistema Nordeste, representando 33% da carga deste subsistema com fator de capacidade de 76%.

Segundo as perspectivas do Governo o setor eólico deve atingir cerca de 23 GW de potência instalada em 2023, e as previsões do setor indicam um crescimento ainda maior que alcança 27 GW.

Esse cenário de sucesso da fonte eólica deve ser observado com atenção. “Os desafios envolvendo a logística de transportes, a transmissão e as condições de financiamento não devem impedir a continuidade da trajetória excepcional da indústria de energia”, avalia a executiva.

0 comentário

Posts relacionados

Deixe um Comentário