ArcelorMittal destina aço verde a obra sustentável

terça-feira, 10 de julho de 2012 [ Nenhum Comentário - Faça o seu! ]


   

A ArcelorMittal Aços Longos está presente na primeira construção com selo green building de Minas Gerais. A empresa está fornecendo 2,5 mil toneladas de aço para o prédio da Fundação Forluminas de Seguridade Social (Forluz), em Belo Horizonte. Na  obra, que deve ficar pronta em 2013, está presente um conjunto de produtos e soluções em aço que proporcionam maior produtividade e economia para a edificação: belgo pronto, pré-armação, recozido, vergalhão, prego, cordoalha e tela soldada.

Como o aço é um dos itens mais consumidos em uma construção, quando ele chega cortado, dobrado e pré-armado, como é o caso, é possível eliminar etapas que antes seriam realizadas na obra reduzindo o tempo e o número de profissionais envolvidos. Além disso, com a utilização do concreto protendido (concreto, aço e cordoalha engraxada da ArcelorMittal) nas lajes e vigas dos pavimentos tipos, será possível antecipar a finalização da estrutura.

A ArcelorMittal Aços Longos é fornecedora de 100% do aço empregado no prédio da Forluz e com isso contribui para que a obra seja considerada verde. Isso porque a empresa tem o rótulo ecológico da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que permite aos clientes identificar os produtos que atendem às necessidades da construção civil sustentável, e o selo ecológico do Instituto Falcão Bauer de Qualidade.

Além disso, a obra da Forluz é considerada sustentável por possuir o selo Leed (Leadership in Energy and Environmental Design), certificação internacional que reconhece um edifício como verde, ou seja, que utiliza de forma racional os recursos como água, energia e outros. No caso desse prédio, as posturas sustentáveis vão desde a concepção do projeto até o dia a dia, quando estiver em uso.

Na fase da construção, a água é reutilizada, os resíduos destinados à reciclagem e a energia é usada de forma racional. Nesse estágio, a ArcelorMittal Aços Longos também tem um papel importante, a empresa recolhe as pontas das cordoalhas que contém graxa e restos de pead (polietileno de alta densidade). Essas sobras retornam à fábrica da empresa, onde são reciclados ou reutilizados. No caso do aço, a perda é zero com a utilização do sistema Belgo Pronto.

 

RÓTULO ECOLÓGICO ABNT - A ArcelorMittal Aços Longos é a primeira produtora de aço brasileira a receber o rótulo ecológico da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). A certificação permite que os clientes identifiquem os produtos ambientalmente corretos que atendem às necessidades da construção civil, comprovando a importância dos investimentos feitos nas plantas da ArcelorMittal para garantir o respeito ao meio ambiente durante todas as etapas de produção.

O Rótulo Ecológico ABNT, obtido no final de 2011, foi conferido após auditorias e análises técnicas nas unidades da ArcelorMittal de Juiz de Fora, ArcelorMittal Piracicaba, ArcelorMittal Cariacica, ArcelorMittal  Itaúna e ArcelorMittal São Paulo. Com validade de três anos, o certificado contempla vergalhões, telas soldadas, treliças, pregos, arames para amarração, perfis leves e fios e barras laminadas para uso na construção civil.

O programa de rotulagem ambiental (ecolabelling) é uma metodologia voluntária de certificação de desempenho ambiental de produto, concedido por uma entidade independente, de forma imparcial. A utilização de material com essas certificações colabora para que as chamadas construções verdes (green building), que buscam alta ecoeficiência e baixo impacto socioambiental, possam ser reconhecidas por organizações da área, como o Green Building Council Brasil.


Links Patrocinados

Comentários

 Nome:  *  E-mail:  *

Comentar *

Os comentários estão sendo moderados, não é necessário re-enviar!
Em breve o comentário estará disponível! E-mail não será exibido! 

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!

Agenda de eventos


Publicidade





Formas de Pagamento

PagSeguro

Newsletter

Nome:

Email:

Desejo receber informativos dos parceiros da Revista Meio Ambiente Industrial

Social