Home Notícias Tomra lança máquinas de classificação para a indústria alimentícia
0

Tomra lança máquinas de classificação para a indústria alimentícia

0
0
O objetivo das máquinas para o setor alimentício a médio prazo é reforçar a presença e tornar-se uma referência no mercado. Os sistemas, baseados em tecnologia de ponta, garantem uma ótima qualidade e desempenho, o que se traduz em maior produtividade e uso eficiente de recursos

Soluções de seleção e descascamento de alimentos. É este o foco da TOMRA Food. A empresa multinacional originada na Noruega, possui escritório no Brasil e tem diversas soluções com tecnologia de ponta que podem agregar valor para o país.

João Medeiros, gerente comercial da TOMRA Food Brasil, avalia que o País é um mar de potencialidades, e é o maior produtor mundial de café, suco de laranja, açúcar e soja e outras culturas brasileiras importantes são milho, tabaco, frutas tropicais, trigo, cacau e arroz.

“A TOMRA Food oferece máquinas de classificação para uma vasta gama de aplicações de alimentos, frescos e processados próprios do país como: batatas (inteiras ou processadas), frutas e verduras (secas, frescas ou congeladas), nozes (amendoim, caju), sementes de milho, confeitaria e café.  Com um foco importante em P&D+I, a TOMRA Food procura ajudar as empresas agroalimentares. As suas máquinas classificadoras garantem uma qualidade e rendimentos fantásticos, que se traduzem em uma maior produtividade e uso mais eficiente dos recursos”, comenta Medeiros.

Tecnologia baseada em sensores

Segundo Medeiros, as máquinas TOMRA usam uma variedade de sensores que vão muito além do uso habitual de câmeras coloridas. A espectroscopia do infravermelho próximo (NIR) permite uma análise da estrutura molecular de um produto, enquanto os raios X, a iluminação fluorescente e os lasers medem a composição elementar dos objetos. A composição interna e a estrutura da superfície dos objetos também podem ser analisadas para determinar o produto.

“A classificação ótica da TOMRA ajuda a maximizar o desempenho de nossos clientes, aumentando sua precisão e eficiência. A tecnologia baseada em sensores é capaz de processar grandes volumes de alimentos enquanto ajuda a selecionar e rejeitar materiais estranhos. O resultado é uma redução no desperdício de material e um aumento nos benefícios, oferecendo economia significativa de tempo em relação às técnicas de classificação manual. Por tudo isso, as máquinas TOMRA Food são a maneira mais eficiente de classificar os produtos, e também um investimento inteligente”, informa.

Uma equipe local, com experiência no mercado e com um excelente serviço técnico

Utilizando uma tecnologia adequada, os produtores de alimentos frescos e processados podem aumentar o nível de pureza dos seus produtos, melhorar o seu retorno e aumentar a sua capacidade de exportação, dado que a exigência dos mercados internacionais tem vindo a aumentar nos últimos anos.

João Medeiros vai acompanhar todo o processo comercial juntamente com uma equipe de técnicos especializados que vão analisar quais as melhores soluções para cada tipo de planta no país.

O responsável explica que a TOMRA “com a sua capacidade e desempenho pode, sem dúvidas, agregar valor para aplicações como batatas e outros vegetais, frutas, frutos secos, sementes de milho e não esquecendo o café, onde o Brasil é um dos principais produtores do mundo”. O responsável acrescenta ainda que “a TOMRA fornece tecnologias únicas como o laser, que não são oferecidos por fabricantes brasileiros, tornando-se um diferencial, oferecendo assim um retorno financeiro mais rápido que a grande parte dos clientes imaginam”.

João Medeiros esclarece que a TOMRA “não faz generalizações”, ou seja, procura tratar os seus clientes de forma especial e “perceber em primeiro plano quais são as principais necessidades, depois sugerir a mais adequada tecnologia para o respectivo projeto”. Com estes detalhes, o objetivo é orientar os potenciais clientes para uma alternativa viável, de forma a maximizar os resultados e que consigam o retorno do investimento o mais rápido possível.

Olhando para o futuro, o principal desafio do setor agrícola brasileiro é manter o ritmo de modernização iniciado, ao mesmo tempo em que aumenta a capacidade de produção e exportação.Este passo pode ser dado com a ajuda da TOMRA Food que apresenta soluções com maquinários específicos e adaptados às necessidades das diferentes aplicações sempre com as mais recentes tecnologias do mercado.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *