Home Notícias Tirolez dá destino sustentável para efluentes resultantes do processo fabril

Tirolez dá destino sustentável para efluentes resultantes do processo fabril

por redação

Iniciativa pioneira de fertirrigação do solo gera benefícios para a lavoura (Foto: Tiago Firmino Boaventura)

A Tirolez, em parceria com a Universidade Federal de Viçosa (UFV), está destinando de maneira sustentável os efluentes resultantes do processo fabril, a partir da fertirrigação do solo. A iniciativa, além de gerar benefícios para a lavoura local, reduz o volume de efluentes que seriam lançados em rios após o tratamento.

João Vitor Ferreira, gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da Tirolez, ressalta que a parceria com a UFV começou a partir de um projeto de iniciação científica para análise da composição de alguns dos efluentes resultantes dos processos fabris. “Os resultados do estudo impressionaram e levaram ao entendimento de que a aplicação dos efluentes no solo poderia gerar benefícios para a lavoura, devido à presença dos elementos químicos, que são a base de nutrição de plantas”, explica.

O projeto foi aprovado em 2020 e as atividades já começaram em abril de 2021, com a aplicação média de 300m³/mês de efluentes via fertirrigação em uma propriedade parceira no município de Arapuá (MG).

 

Ganhos para o meio ambiente

 

A fertirrigação possibilita o aumento de produção da pastagem por área, aproveitando os elementos químicos que existem no efluente. Além disso, há um aumento da reciclagem de alguns nutrientes, o que permite aumentar a qualidade de pasto, reduzindo a demanda por fertilizantes e outros nutrientes.

A iniciativa é uma alternativa para manter a qualidade dos pastos durante os períodos de seca, diminuindo a sazonalidade da produção.

Os ganhos para o meio ambiente com a implantação do projeto são consideráveis, por isso, uma equipe de consultoria especialista, em conjunto com a equipe da UFV, fazem o acompanhamento periódico dos resultados para os órgãos ambientais.

Com os resultados positivos da solução ecoeficiente em Arapuá (MG), a Tirolez estuda a ampliação do projeto para a unidade industrial de Caxambu do Sul, localizada em Santa Catarina”, conclui Ferreira.

Compartilhar
0 comentário

Posts relacionados

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.