Home Seções Economia Verde Prefeitura de Cubatão apresenta incentivos para as indústrias
0

Prefeitura de Cubatão apresenta incentivos para as indústrias

0
0
O prefeito de Cubatão, Ademário da Silva Oliveiras, e demais participantes mostrou os trabalhos desenvolvidos para promover a recuperação ambiental de Cubatão

O Centro de Integração e Desenvolvimento do Polo de Cubatão (CIDE) e a Prefeitura Municipal de Cubatão realizaram o evento “Cubatão – A Fábrica de Oportunidades”, no dia 23 de março, na capital paulista, no auditório do Condomínio Millenium, sede da Abiquim.

O prefeito de Cubatão, Ademário da Silva Oliveira, fez a apresentação “Cubatão: uma cidade para novos investimentos”, na qual contou sobre o trabalho desenvolvido para executar a recuperação ambiental da cidade. Oliveira lembrou que Cubatão já teve a maior renda per capita do País devido ao desenvolvimento promovido pela instalação de várias indústrias, mas a crise econômica recente e gestões que não aproveitaram a época da bonança afetaram a cidade. “Cubatão foi símbolo de riqueza, que infelizmente não foram traduzidas em bem-estar social”.

O prefeito tem atuado para atrair novos investimentos à cidade e contou que atualmente existem mais de 2 milhões de m² aptos a receber novas plantas e investimentos. Além da estrutura da cidade, localizada próxima ao Porto de Santos e da capital paulista, as empresas que se instalarem em Cubatão terão como incentivos dependendo do grau de investimento a isenção total de IPTU e ISS. “Temos um setor específico de planejamento para receber os novos investimentos e atendimento prioritário para desburocratizar os processos”.

O deputado federal João Paulo Papa (PSDB/SP) e presidente da Frente Parlamentar da Química (FPQuímica), que já foi prefeito de Santos por dois mandatos, de 2005 a 2012, elogiou a atuação da prefeitura de Cubatão para a recuperação da região. E explicou que a atuação de um prefeito deve ser a de condutor da economia de seu município. “É onde o prefeito pode fazer a diferença, que é cuidar da economia local, ele precisa enxergar o potencial e as ferramentas que a cidade tem para fazer a economia voltar a crescer. É preciso usar os instrumentos possíveis para atrair capital e permitir que a cidade possa entrar nos trilhos”.

Papa também contou sobre o trabalho da Frente Parlamentar da Química (FPQuímica) para buscar o apoio de parlamentares e destacou que na mesma semana aumentaram as chances de incluir na MPV 811/2017 emendas que garantam que o petróleo e gás da União provenientes do Pré-sal sejam utilizados prioritariamente para industrialização no Brasil. Papa afirmou que a FPQuímica tem se dedicado à diminuição da burocracia e o preço da matéria-prima básica, que afetam a competitividade das empresas brasileiras. O parlamentar explicou que a FPQuímica tem construído junto ao governo e outros parlamentares a necessidade de que as empresas nacionais tenham acesso a matérias-primas com preço competitivo ao praticado no mercado internacional.

O diretor do CIDE, do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP) em Cubatão e diretor-presidente da Vale Cubatão Fertilizantes, Valdir José Caobianco, fez a apresentação “Cubatão: a Fábrica de Oportunidades para o desenvolvimento da Indústria”, na qual apresentou 11 motivos para empresas as se instalarem no Polo de Cubatão.

Caobianco explicou que as empresas têm o apoio institucional em áreas estratégicas como segurança por meio do Plano de Auxílio Mútuo, recursos humanos, jurídico, médico e diálogo com a comunidade por meio do Conselho Comunitário Consultivo (CCC). Entre outros benefícios a cidade também oferece uma malha abundante de energia e água, além de uma malha logística completa com ferrovias que ligam as indústrias do interior do estado a outros estados e em seu polo industrial são fabricados produtos usados em diversos segmentos industriais.

Outro destaque da cidade é seu reconhecimento pela Organização das Nações Unidas (ONU) como exemplo de recuperação ambiental, tendo sido cidade-símbolo da sustentabilidade na Rio+20.

O presidente-executivo da Abiquim, Fernando Figueiredo destacou a importância da revitalização Polo de Cubatão, que já conta com uma infraestrutura de logística, energia e recursos hídricos para receber novas plantas. A programação também contou com a apresentação “Como aproveitar as oportunidades da recuperação” do economista e apresentador do programa Manhattan Connection, Ricardo Amorim, que explicou os ciclos econômicos brasileiros desde 2003, os efeitos das políticas econômicas e como a população tende a ser muito otimista durantes os anos de crescimento econômico e pessimista em momentos de crise.

O evento “Cubatão – A Fábrica de Oportunidades” teve o apoio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP), do Sindicato das Indústrias de Produtos Químicos para Fins Industriais e da Petroquímica no Estado de São Paulo (Sinproquim), da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), da Associação Brasileira da Indústria de Artefatos de Borracha (Abiarb), do Sindicato das Indústrias de Artefatos de Borracha e da Reforma de Pneus no Estado de São Paulo (Sindibor), da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), do Sindicato Nacional da Indústria para Fertilizantes (Sinprifert) e da Abiquim.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *