Home Notícias Nova economia dos plásticos ganha porta-voz na Tomra
0

Nova economia dos plásticos ganha porta-voz na Tomra

0
0
Nova nomeação reflete o compromisso total da TOMRA com a ambiciosa visão de uma economia circular dos resíduos plásticos

A TOMRA Sorting Recycling promoveu o engenheiro de Desenvolvimento de Negócios, László Székely, para o cargo recém-criado de Gerente de Nova Economia de Plásticos. Esta iniciativa reforça o compromisso da TOMRA com os objetivos da Nova Economia de Plásticos (NPE) e orientará o progresso em direção a objetivos que são diferenciados das outras atividades de desenvolvimento de negócios da empresa.

A nova equipe de economia de plásticos da TOMRA trabalhará para incentivar a triagem e a reciclagem de plásticos pós-consumo, como poliolefinas e estirenos, para mudar a prática generalizada de queimar esses materiais ou enviá-los para aterros sanitários. A TOMRA também está comprometida em trabalhar com fabricantes de embalagens para ajudar a tornar as embalagens mais amplamente recicláveis; reduzir a dependência da produção de embalagens de matérias-primas; e contribuir para o impulso de modernização dos plásticos pós-consumo, de modo que haja maior uso de materiais reciclados do que virgens.

László Székely juntou-se à marca TITECH da TOMRA (sendo renomeada mais tarde de TOMRA Sorting Recycling) em 2012, após concluir os estudos em gestão de resíduos e tratamento de áreas contaminadas na Technische Universität Dresden, na Alemanha. Atuando como Engenheiro de Desenvolvimento de Negócios, László foi referência para o desenvolvimento de separação de vidro de diferentes fluxos de resíduos, com responsabilidade conjunta pelo desenvolvimento do equipamento de seleção de vidro, o Laser da AUTOSORT.

Ele também esteve intimamente envolvido no planejamento e construção das duas primeiras plantas automáticas de seleção de RSU (resíduos sólidos urbanos) na Hungria, e ajudou duas grandes marcas na modernização de plásticos pós-consumo (Polipropileno). Desde 2017, a László está envolvido em projetos com foco em embalagens de poliolefinas pós-consumo, bandejas de PET e trabalho com empresas de embalagens e transformadores.

László Székely (foto) disse: “Estou muito contente que a minha dedicação e experiência tenham sido reconhecidas desta maneira, porque o progresso em direção à Nova Economia de Plásticos é tão importante. Fiquei muito empolgado quando entrei para a TOMRA, porque admirei a empresa por ser pioneira técnica e líder de mercado, e sete anos depois ainda estou muito entusiasmado com o espírito inovador dessa empresa”.

O trabalho da Nova Economia de Plásticos da TOMRA também envolverá, em nível sênior, Jürgen Priesters, Vice-Presidentede Desenvolvimento de Negócios em Reciclagem;e a Engenheira de Desenvolvimento de Negócios, Charlotte Glassneck.

A visão da Nova Economia de Plásticos, que aplica os princípios da economia circular, foi criada pela Fundação Ellen MacArthur com três ambições: criar uma economia pós-uso de plásticos eficaz, melhorando a economia e a reciclagem, a reutilização e a biodegradação controlada para aplicações direcionadas; reduzir drasticamente a fuga de plásticos no meio ambiente (especialmente o oceano) e outros impactos negativos; e dissociar plásticos de matérias-primas fósseis. Embora esses objetivos tenham sido lançados em 2016 como uma iniciativa de três anos, eles criaram um impulso que inspirará a ação por muitos anos.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *