Home Seções Economia Verde Laboratório de Inovação Financeira aposta em Títulos Verdes
0

Laboratório de Inovação Financeira aposta em Títulos Verdes

0
0

A Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE), o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) lançaram, no dia 3 de agosto de 2017, no Rio de Janeiro, o Laboratório de Inovação Financeira (LAB), que terá por atribuição propor o aperfeiçoamento de ferramentas financeiras associadas ao mercado dos títulos verdes.

O Laboratório de Inovação Financeira funcionará na CVM sob a secretaria-executiva da ABDE e apoio técnico do BID. As informações sobre a iniciativa poderão ser acompanhadas por meio de um site específico sobre o LAB: (www.labinovacaofinanceira.com).

Durante o evento de lançamento, o presidente da ABDE, Milton Luiz de Melo Santos, informou que o saldo no mundo dos títulos verdes é de US$ 200 bilhões. “Desse total o Brasil possui, no máximo, US$ 3 bilhões que representam 1,5% do montante mundial. Então, há um grande potencial a ser desenvolvido”, disse. Segundo ele, os aperfeiçoamentos dos instrumentos financeiros associados aos títulos verdes irão elevar expressivamente essa cifra nos próximos anos.

O Brasil, conforme apontou a especialista do BID para mercados financeiros, Maria Netto, necessita ampliar investimentos em infraestrutura e o aperfeiçoamento das ferramentas financeiras vinculadas a projetos sustentáveis visa aumentar a segurança dos investidores e aplicar recursos nessas iniciativas . “É preciso novos mecanismos financeiros para reduzir a percepção de risco pelos investidores para que eles se sintam mais confortáveis em fazer esses investimentos”, comentou, citando como exemplo questões relacionadas a garantias e seguros.

O diretor da CVM, Pablo Renteria, explicou que as propostas de melhoria dessas ferramentas serão feitas a partir do engajamento de agentes reguladores, instituições financeiras, investidores e autoridades. “O LAB representa esse engajamento. A questão da sustentabilidade ambiental está na ordem do dia, é uma questão relevante e premente.”

Com o lançamento do LAB foram criados três grupos de trabalho que atuarão em três frentes com os seguintes objetivos:

TÍTULOS VERDES (GREEN BONDS) – Aprofundar o conhecimento sobre esse mercado a nível internacional e desenvolver e avaliar propostas de intervenção no Brasil, tais como desenvolver o mercado nacional de títulos verdes, possíveis instrumentos que possam estimular as emissões, e alinhamento do mercado local com as melhores práticas internacionais, entre outros.

FINANÇAS VERDES – Construir diálogo com as instituições que compõem o Sistema Nacional de Fomento (SNF) para originar, avaliar e testar inovações financeiras que apoiem o desenvolvimento sustentável do Brasil sobretudo em setores potencialmente verdes como energia, transporte, agricultura e água.

INSTRUMENTOS FINANCEIROS E INVESTIMENTOS DE IMPACTO – Identificar o papel que possam tornar as instituições financeiras de desenvolvimento e as oportunidades de desenvolver o mercado de capitais e instrumentos financeiros para ampliar a oferta de investimento para negócios que promovam os objetivos do desenvolvimento sustentável (ODS) das Nações Unidas. 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *