Home Seções Educação Ambiental Gerdau aplica conceitos de gestão empresarial em ações de responsabilidade social
0

Gerdau aplica conceitos de gestão empresarial em ações de responsabilidade social

0
0

gerdauA Gerdau acredita que o seu crescimento está diretamente relacionado ao desenvolvimento das comunidades onde está inserida. A Companhia entende que o trabalho voluntário organizado funciona como um importante agente transformador da sociedade e por isso estimula a transferência de conhecimento para outras organizações, principalmente no que diz respeito à aplicação de metodologias de gestão.

Para isso, a Empresa conta com um programa estruturado em nível mundial, o Programa Voluntário Gerdau (PVG) que visa sensibilizar, capacitar, mobilizar e reconhecer as atividades voluntárias dos seus colaboradores. O Programa estimula-os a exercerem sua cidadania por meio do trabalho voluntário nos projetos que a Gerdau apoia, atuando nas diversas organizações e compartilhando seus conhecimentos ao abordar temas como qualidade de gestão e educação.

Na área de responsabilidade social a Gerdau possui uma diretriz que prevê uma estrutura gerencial e operacional para a realização de projetos sociais, composta por comitês locais, formados por colaboradores voluntários em cada uma das unidades da Empresa. Esses comitês são responsáveis por atender as demandas das comunidades locais, com o comprometimento de favorecer o desenvolvimento e fornecer meios para que os beneficiados sejam agentes da própria mudança e da sociedade como um todo. Hoje são mais de 80 comitês em todos os países em que a companhia atua, sendo 38 apenas no Brasil.

Criado há 10 anos, o Instituto Gerdau é o responsável pelas políticas e diretrizes de responsabilidade social da Gerdau, assim como pelo desenvolvimento de iniciativas ligadas a esse tema em todas as áreas de atuação da Companhia. Desde então, aproximadamente 800 projetos foram realizados ou apoiados pela Gerdau. No Brasil, o número chega a 540. Essas atividades são direcionadas por focos específicos de atuação: Educação, Qualidade em Gestão e Mobilização Solidária.

Somente em 2014, as iniciativas contaram com a mobilização de 12 mil colaboradores em 14 países em que a Gerdau atua. No primeiro semestre de 2015 a empresa contabilizou 4.670 voluntários mobilizados, sendo 3,7 mil somente no Brasil.

Principais iniciativas:
–    Junior Achievement: Uma das mais importantes parceiras da Gerdau na área de empreendedorismo é a Junior Achievement, associação educativa sem fins lucrativos, mantida pela iniciativa privada e que busca despertar o espírito empreendedor em jovens ainda na escola, estimulando o seu desenvolvimento pessoal e proporcionando uma visão clara do mundo dos negócios.  A Gerdau apoia os programas de educação empreendedora da Junior Achievement desde 1994 e os colaboradores da Empresa atuam como voluntários na realização de diversos projetos, compartilhando experiências e conhecimentos com estudantes de escolas públicas e privadas.

–   Copa e Olimpíada Voluntariado Gerdau: Um exemplo de mobilização para o trabalho voluntário são as gincanas sociais desenvolvidas pela Empresa, como a Copa e a Olimpíada Voluntário Gerdau, que visam ampliar a adesão de colaboradores atuantes. Desde 2006, por ocasião da Copa do Mundo de Futebol ou dos Jogos Olímpicos, a Gerdau realiza uma grande gincana social, em que os seus colaboradores são mobilizados a atuar em equipes e realizar trabalho voluntário em escolas, entidades e micro e pequenas empresas. A iniciativa é operacionalizada pelos comitês locais, sendo que as atividades envolvem as equipes em torno de um objetivo comum e estimulam a transformação das comunidades.

–   Programa 5S nas Escolas: Visa melhorar as condições do ensino público nas comunidades de atuação da Gerdau por meio da implantação da metodologia 5S, que  é aplicada em escolas, com o apoio de colaboradores voluntários, que são capacitados para levar os conceitos e as práticas a alunos, educadores e funcionários, estimulando a cultura da qualidade total no ambiente escolar. O 5S é uma metodologia de origem japonesa para a organização de ambientes, principalmente os de trabalho, que contribui para o melhor aproveitamento de materiais e espaços, a redução de despesas e a melhoria nas condições de segurança, ampliando a produtividade das pessoas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *