Home Seções Economia Verde Ecomondo Brasil: sucesso na realização da primeira edição e novidades para 2020

Ecomondo Brasil: sucesso na realização da primeira edição e novidades para 2020

0
0

 

Com visitação de 14,5 mil pessoas, compondo um público qualificado e com grande interesse nos temas de meio ambiente, a primeira edição da Ecomondo Brasil consolida a feira como um dos grandes eventos do calendário brasileiro.

Foram três dias – de 21 a 23 de maio – de palestras com especialistas de alto nível, troca de experiências e exposição nos 150 estandes que levaram ao público uma visão integrada entre poder público, empresas e sociedade civil organizada para avançar nas questões ambientais no país, além de um excelente ambiente de negócios. Também o público conferiu 80 horas de conteúdo nos cinco auditórios da feira. “A Ecomondo, já em sua abertura, comprova que o Brasil ainda tem muito potencial a ser desenvolvido nas questões ambientais e nos negócios”, afirma Giulio Rossi, diretor da feira.

 

Parceria de sucesso

 

Esta edição foi realizada em conjunto com a Ecoenergy e a ExpoBiogás, em uma parceria exitosa. “A união dos esforços é boa para o mercado: os expositores têm relação entre si, podem criar networking e o maior beneficiado é o público, que consegue em uma só visita ver energia, meio ambiente, resíduos e demais assuntos correlacionados”, frisa o diretor comercial da Cipa Fiera Milano e um dos principais organizadores da Ecoenergy, Rimantas Sipas.

 

Debate qualificado

Contando com especialistas de alto nível, as discussões sobre diversos temas do setor foram destaque desta edição.

No dia 21 de maio, o encontro “Diálogos Abrelpe”, realizado em parceria com a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais, trouxe a visão de representantes de diversos segmentos. Carlos Silva Filho, presidente da Abrelpe e coordenador do debate, apresentou o estudo “Panorama geral e perspectivas da recuperação energética no Brasil”. As discussões tiveram ainda participação de Wanderley Baptista, da GEMAS-CNI (Confederação Nacional da Indústria), que falou sobre a parceria da indústria, e Cristiano Kenji Iwai, gerente da CETESB, que abordou o cenário regulatório.

No segundo bloco, com mediação de Gabriela Otero, coordenadora técnica da Abrelpe, o painel teve apresentações de Ismar Assaly, diretor presidente da Foxx Haztec, André Tchernobilsky, diretor da ZEG Environmental, e Alexandre Citvaras, diretor de Meio Ambiente da Intercement.

Ainda no primeiro dia, a Scania, empresa líder na produção de caminhões, ônibus e motores no Brasil e no mundo, apresentou ao público suas ambiciosas metas mundiais de sustentabilidade no painel “Driving the Shift”, liderado por Paulo Morais, gerente de Projetos de Engenharia e responsável pela área de Corporate Management da companhia.

 

Ecomondo Forum

Um dos grandes destaques desta edição, o Ecomondo Forum promoveu debates com participação de grandes especialistas, como Ricardo Young, que ministrou a palestra magna do evento.

Os debates contaram com as presenças de Anícia Pio, gerente do Departamento de Desenvolvimento Sustentável da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Cezar Augusto Capacle, representando Rogério Menezes, presidente da ANAMMA – Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente e mediação de Carlos Silva Filho, presidente da Abrelpe – Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais e vice-presidente do ISWA – The International Solid Waste Association, no primeiro bloco. Do segundo painel,com mediação de Tatiana Tucunduva P. Cortese, da Uninove e do IEA-USP, presidente do Comitê Científico da Ecomondo Brasil e coordenadora do Ecomondo Forum, participaram Marcelo Gomes, administrador e engenheiro civil pela UFSC, responsável por  empreendimentos imobiliários inovadores como o Pedra Branca Cidade Criativa, Passeio Primavera, Mercadoteca e Centro de Inovação Acate Primavera, em Florianópolis-SC, e Cláudio Nascimento, diretor de Tecnologia de Olinda (PE), vice-presidente da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas, conselheiro do Porto Digital em Recife e representante da OASC – Open & Agile Smart Cities no Brasil.

 

Seminário ABiogás

No último dia, o Seminário Técnico ABiogás promoveu discussões que refletiram sobre a viabilidade, a geração do biogás ou biometano no Brasil e sua distribuição. Além disso, foram debatidas as possibilidades de substituição do diesel pelo combustível renovável e a expansão em larga escala do biogás.

 

 

Ilha de Reciclagem Automotiva

Outra grande atração da Ecomondo Brasil foi a Exposição Interativa Reciclagem Automotiva, que mostrou todo o processo de reciclagem e recondicionamento de peças automotivas.

O público teve a oportunidade de conhecer como o setor tem se aprimorado e pode ver dois exemplos no próprio espaço sobre como são feitos a reciclagem e o recondicionamento de automóveis. Um carro com peças desmembradas demonstra a reciclabilidade de cada componente e também há um caminhão em exposição.

Fabio Rodrigues, expositor da feira, ficou surpreso com o que encontrou. “Achei a Ilha de Reciclagem muito legal. Vi o trabalho do pessoal da Renova. Achei muito bacana e organizado, eles estão com uma parceria com o Detran sobre peças homologadas. É um trabalho que existe há muito tempo, mas não com essa gestão e eficiência”.
Luiz Fernando Oliveira, Project Manager da Ecomondo Brasil, celebra a realização, fruto da parceria de grandes players do setor: “Agradecemos a todos os patrocinadores, ao INRA (Instituto Nacional de Reciclagem Automotiva), nosso grande parceiro nesse projeto, além da HDI, da Porto Seguro, Renova Ecopeças e da Copart. E vamos preparar uma Ilha da Reciclagem muito maior, com muito mais temas e conteúdos interessantes”.

 

 

Público qualificado e excelência no ambiente de negócios

A Ecomondo Brasil surpreendeu positivamente visitantes e expositores. Além de apresentar soluções ambientais para o mercado industrial e contribuir para a atualização de conhecimento e o aperfeiçoamento dos profissionais da área, a feira, composta por 150 expositores, contemplou também um ambiente B2B, reunindo profissionais da indústria, prestadores de serviços, fornecedores de equipamentos, centros de pesquisa e gestores públicos e privados.

 

“A Ecomondo 2019 foi um ótimo evento para nós. É uma oportunidade única de expor a nossa empresa para o mercado nacional. Vimos visitantes de diversos estados do Brasil (Amazonas, Rondônia, Rio Grande do Sul, Bahia, Pernambuco, Ceará, Minas Gerais…)”, enfatizou Nilson Pickler, diretor da Ambflex – Sistemas Contenção Ambiental. “Um público bem diversificado e qualificado, com poder de decisão e que busca as novidades do mercado”, disse.

Fernando Begliomini, diretor da AMBIPAR Environment, ressaltou que o evento foi além do esperado.  “A Ecomondo superou as nossas expectativas. As outras feiras estavam trazendo um público não tão voltado para os negócios. Desde o primeiro dia, geramos bons negócios e contatos interessantes. Nossa participação tem sido muito satisfatória e nos dará frutos. Iremos avaliar o retorno, mas a ideia é voltarmos na próxima edição”.

A Ecomondo Brasil também surpreendeu os visitantes, seja pelas empresas presentes na feira ou pela importância dos temas abordados nas palestras.

 

Rogério Vieira veio representando o SAEE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) de Vilhena, em Rondônia, para participar do evento e gostou do que viu. “A feira é muito interessante, com bastantes exposições que vêm agregar conhecimento e novas tendências, que podem trazer soluções para o nosso país”, disse.
Eduardo Guimarães, diretor de Projetos da Prefeitura de Osasco-SP, trabalha com cooperativas que fazem a reciclagem de resíduos coletados pelos municípios. Ele destacou as inovações tecnológicas apresentadas na feira. “A Ecomondo é interessante para conhecermos as novas tecnologias e levarmos para nossa cidade para aproveitarmos melhor o lixo que é jogado fora – e todos os resíduos têm um destino correto. Podemos visualizar isso no evento, fornecedores com novas tecnologias para tratamento dos resíduos, novas etapas e procedimentos para reciclagem”.

Nas palavras de Itane Batista, estudante do Curso Técnico em Controle Ambiental no Instituto Federal de São João Del Rei, em Minas Gerais, “a feira é muito interessante e válida para o estudante conhecer”. Ela frisou a Ilha de Reciclagem entre as atrações.

 

“Temos um grande desafio, que é preparar a edição de 2020, que será ainda melhor. Vamos nos aperfeiçoar, inclusive com algumas sugestões que recebemos por parte das pessoas que participaram”, finaliza o Project Manager Luiz Fernando Oliveira.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *