Home Notícias E-book aponta soluções para reciclagem de papel e papelão
0

E-book aponta soluções para reciclagem de papel e papelão

0
0
A segunda seção do e-book da TOMRA analisa uma nova tecnologia que simplifica a seleção de papel para destintagem e aumenta os índices de recuperação (Foto: Tomra Sorting Solutions)

A TOMRA Sorting Recycling publicou um e-book com sugestões para empresas que selecionam papel e papelão para destintagem e reciclagem. A nova publicação on-line aborda a intensificação das pressões comerciais e regulatórias para o aumento dos índces de recuperação da celulose destintada e que o atendimento dessas demandas exigirá novas soluções técnicas. O e-book apresenta soluções excecionalmente eficaz.

O novo e-book – gratuito para download em https://leads.tomra.com/ebook/paper/ abre com a declaração: “Deinking needs rethinking”. Isso ocorre porque o fornecimento de papel destintado e reciclado já é insuficiente para atender a demanda, e essa demanda está crescendo. Os líderes mundiais em reciclagem de papel e papelão, na Europa e América do Norte, fizeram grandes progressos nas últimas duas décadas, mas agora oa índices de reciclagem estão se estabilizando. A Europa reciclou 72,5% de todo o papel que consumiu em 2016, mas a Declaração Europeia sobre Reciclagem de Papel estabeleceu a meta de reciclar 74% até 2020, e este é um desafio sério porque todas as “vitórias fáceis” foram conquistadas.

As regulamentações futuras só intensificarão as pressões sobre os setores de papel e impressão para melhorar as taxas de reciclagem (e, portanto, também de redução de consumo). Um indicador de tendências futuras ​​é o objetivo da Comissão Europeia em transformar a Europa em uma “economia circular”. Padrões de certificação como o EU Ecolabel e a marca de qualidade Blue Angel da Alemanha, já rígidos, devem se tornar ainda mais exigentes. Mesmo agora, as políticas de compras públicas estão sendo alteradas para encorajar mais destintagem e reciclagem de papel e papelão.

Outro exemplo de aperto das regulamentações é o embargo da China, o “National Sword” que entrou em vigor no início deste ano. Durante anos, a China consumiu quase metade de todas as exportações globais de papel, mas agora todos os materiais recicláveis que chegam ao país devem ter níveis de pureza superiores a 99,5%, e isso significa que muito mais triagem de papel, destintagem e reciclagem tem que ser feito “em casa”.

Entretanto, podemos fazer mais, como reporta o E-book da TOMRA. Considerando que as fibras de papel são recicladas em média 3,6 vezes na Europa (de acordo com o Conselho Europeu de Reciclagem de Papel), no resto do mundo a média é de apenas 2,4 vezes. Existe a necessidade ou o potencial de aumentar os índices de reciclagem de papel, em todos os lugares. Além de maior ênfase na reciclabilidade, na concepção e fabricação de produtos de papel, também deve haver melhorias nas técnicas de remoção de tinta de produtos de papel e na triagem de materiais adequados para esse processo de destintagem.

Nova tecnologia simplifica a seleção de papel para destintagem e aumenta os indices de recuperação 

A segunda seção do e-book da TOMRA analisa uma nova tecnologia que pode melhorar a seleção do papel e papelão para remoção de tinta, com resultados impressionantes. Essa nova solução é SHARP EYE – um avanço feito com o aprimoramento da tecnologia FLYING BEAM® da TOMRA, que já era a melhor tecnologia de sensores do mercado.

Como o primeiro sistema de leitura por infravermelho (NIR) com digitalização de cada ponto (sem qualquer necessidade de iluminação externas), o FLYING BEAM® focaliza intensamente a área da esteira que está sendo escaneada, distinguindo até as menores diferenças moleculares dos materiais que passam pela linha de reciclagem. A combinação da máquina AUTOSORT da TOMRA e do SHARP EYE foi calibrada para identificar materiais adequados para remoção de tinta – e efetivamente selecionar – e naqueles casos em que um processo de duas etapas era necessário para recuperar papel reciclável acima de 90%, agora é possível alcançar taxas tão altas quanto 96% com um passo.

O material de alimentação enviado através do AUTOSORT normalmente contém polímeros e cartolinas marrom e cinza. É onde a precisão excecional do AUTOSORT em detetar diferenças de materiais é uma vantagem significativa: para máquinas menos sofisticadas, o papelão cinza pode ser muito parecido com o jornal cinza, o papelão branco pode parecer papel branco de escritório e os cartões de supermercado também podem parecer papéis. Ao ser capaz de dizer a diferença, a AUTOSORT evita a seleção excessiva que desperdiçadamente descarta materiais bons utilizáveis.

A qualidade dos insumos – que varia de país para país, de acordo com a legislação e a dinâmica comercial – determina se o processo de uma etapa ou de duas etapas é necessário com o AUTOSORT, mas o novo processo da TOMRA aumenta a eficiência obtida em apenas um passo. Isso reduz o tempo necessário, o maquinário necessário e a energia consumida na separação da celulose, para ajudar a atender à crescente demanda por papel reciclado de alta qualidade.

Os proprietários das máquinas de última geração da AUTOSORT podem se beneficiar desse progresso, atualizando para o TOMRA AUTOSORT com a tecnologia SHARP EYE.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *